11 setembro 2016

Mentequemente mas tbm te fala a verdade.

Eu comecei mil vezes a escrever e apaguei mil vezes, eu não sei mais fazer isso, então vou deixar isso aqui pra lembrar que um dia eu já soube me expressar (dramaticamente). Sei lá, com o tempo a gente vai perdendo esse negocio de expor, fica tudo acumulado por dentro e então você explode.

Eu explodi, sabe? E agora eu tô aqui, tão sei lá. Eu tô na minha cama pensando que é uma merda quando você planeja toda a sua vida num papelzinho e então vai tudo por água abaixo, daí você só quer deixar acontecer. E então te dão a chance de você planejar a sua vida toda de novo e depois jogam por água abaixo, você planeja mais uma vez e então jogam você e os planos por água abaixo. Você se sente no fundo do poço, mas aí te perguntam lá de cima "tá bem?" e você diz: "tô" com ar de quem realmente está, mas na verdade... não. Eu não estava bem quando você perguntou se eu tava. Exatamente ali, na ponta da minha cama ~agora sem metáforas~, prestes a acabar com o restinho de mim.

Eu não te amo mais. Te amei muito e agradeço por tudo.
Mas é que eu não te amo mais.
Não te amo mais e é isso.

3x. A minha mente me lembra todos os dias que foram 3x e cada vez que o meu dia fica mais difícil, no trabalho, na faculdade, no que seja, as 3x ecoam e ecoam e eu me sinto como um saco de lixo enorme    no meio daquele tanto de gente. As 3x que me fizeram acreditar que eu apesar de tentar, nunca fui o suficiente e poderia tentar por mais 5 anos, eu nunca vou ser. Eu era feliz quando chegava o domingo e apesar de quase sempre atrasada, a minha alegria era subir aquela escada e ver o seu sorriso mesmo que ele não durasse muito e logo em seguida viesse uma bronca básica pelo horário. A maior alegria era no final do dia você me levar pro ponto de ônibus abraçado, falando qualquer coisa, te encontrar no ponto de ônibus da faculdade, receber uma mensagem sua dizendo 'eu te amo muito ab**es'..., ver você abrir mó sorrisão que até meio que fechava os olhos, as noites juntos no aperto da sua cama de solteiro, os passeios que não foram muitos, a intimidade que a gente conquistou ao longo do tempo. Hoje é só silêncio, talvez um pouco de raiva, mas é silêncio.

Ali, na outra ponta da cama, eu disse: "se você se arrepender, a resposta é não." E de fato, apesar de tudo o que eu disse, eu não posso dizer sim. E não vou. Mas eu escrevi isso pq sei que quando apertar, você vai procurar o mente que mente de alguma forma, se se importa você vai chegar aqui. Eu tive que me abster de você, totalmente, para poder viver em paz. Eu não sei como você está hoje, eu me desafiei a não saber, não procurar e de fato o faço. Concorda que as vezes são detalhes ridículos de pequenos que fazem lembrar qualquer coisa? Uma música, uma premiação que eu queria falar sobre com você, um problema do trabalho, uma novidade boa. Eu me abstive de contar as coisas para as pessoas, pq de fato, você foi a única pessoa pra quem eu fui eu mesma, com todos os meus defeitos. E espero que encontre alguém que te ame assim de novo, pq você vai conseguir! Eu desejo o mesmo a mim, e sinto que isso está perto... Eu só preciso me permitir, pois as vezes é difícil digerir que é diferente. Mas se eu não sair de dentro dessa bolha, eu vou me sufocar nela, pq nunca vamos dar certo.

Eu só queria que um dia você soubesse, se procurasse esse lugar pra ler algo novo.

21 agosto 2014

Aquele ditado que diz que nada é como queremos


Quando eu era pequena, já tinha muita ambiciosidade para a minha vida de adulta. Eu me via sendo muito feliz com os meu pais velhinhos morando comigo, com marido e bebês, cachorros, gatos e passarinhos.. na minha mente, eu trabalharia com muitos papéis, como nos cartórios que eu ia "resolver as coisas" com os meus pais. Em minha mente, eu jamais iria ficar sozinha.

Na verdade, na minha própria adolescência as coisas já começaram a mudar: Eu perdi o meu pai, já não tinha uma família muito presente, sendo que o nosso ciclo parental era Eu + Pai + Mãe + Algum Bichinho de Estimação. Graças a Deus fiz da minha dor a minha força e busquei a melhoria. Daí eu já comecei a ver que aquele sonho de infância se formava diferente, pois o plano de viver até ser mais velha com os meus pais já foi por água a baixo, mas a luta com a minha mãe continuava.

Eu nunca fui (pelo menos nos últimos anos) de expor a minha vida pessoal, falar publicamente sobre meus planos, minhas perdas ou meus ganhos, mas aqui, me sinto a vontade. Eu nunca (pelo menos até agora) tive muita sorte com o amor, até hoje namorei duas vezes... uma de 4 meses e outra de quase 4 anos, sei lá, também nunca fui boa com números então eu chuto esse tempo. No primeiro namoro a pessoa era gente boa e tinha algumas coisas em comum, mas eu não me sentia a vontade, na segunda tínhamos todas as coisas do mundo em comum, mas o principal ficou para trás. É aquela coisa de que parece que ninguém nunca vai se encaixar na minha personalidade, e apesar de nova, já me sinto muito velha pra isso, fiz de outras coisas, minhas prioridades na vida. O plano do marido e dos bebês fica "pendente" na minha vida, tento em vista que a única coisa que me sobrou foi trabalhar com muitos papéis... coisa que eu já faço desde quando entrei na faculdade.

O que eu aprendi com tudo isso? Que a vida é realmente algo muito incerto para algumas pessoas. Existem aquelas pessoas que planejam uma vida toda e realmente dá certo, e existem pessoas como eu, que planejam a vida de uma forma e ela vai acontecendo de forma oposta. Não necessariamente ruim, mas oposta. Eu tenho aprendido a ser uma pessoa forte, mais madura, mais convicta. Incrível a mudança de meses para cá.

Eu aprendi que sou criança sim, sou intensa, chorona, carente, clichê, entregue demais... com orgulho, e isso nenhum plano e nenhuma pessoa vai tirar de mim. Eu nunca vou deixar de ser o que eu sou, de gostar das coisas que eu gosto por ninguém, as pessoas que não aceitam isso, simplesmente se vão da minha vida, e não adianta se quer um dia cogitar a volta dessas pessoas (verdadeiramente no plural), pois só fica quem é capaz de me aceitar. 

Incrível perceber que de tantos sonhos, por enquanto só tenho uma pilha de papéis. A vida pode ser longa demais ou curta demais, tudo depende de um ponto de vista, mas eu escolhi esperar pelas surpresas que ela me reserva simplesmente deixando acontecer. Eu sou uma das pessoas que não devem planejar a vida como se fosse uma novela. Não sou eu quem vai decidir o final.

Feliz em escrever aqui :)

24 janeiro 2013

Mandamentos da Mulher I - Garotas PinUp

Se o Brasil tem as famosas "Tanajuras" e "Popozudas" (bumbum), os Americanos antecederam a atual moda  com as Garotas PinUp. Uma nomenclatura que levada ao pé da letra resulta em algo como "Pino para cima", mas qual o sentido disso? De onde surgiram? Escrevi uma matéria legal sobre isso para vocês.

Sensuais com um "quê" de inocentes, coloridas em uma época de fotografia preto-e-branco, as garotas "Pino-para-cima" marcaram época, principalmente nos anos 40, 50 e 60.

A nomenclatura teve três fases marcantes em cada época, mas ao pé da letra, PinUp se refere ao fato de que, os homens Americanos — assim como todos os outros de qualquer parte do planeta — admiravam garotas com seios grandes, bicudos e empinados, uma mera gíria.

Depois de um tempo, se referia com maior intensidade à revistas de desenhos eróticos que continham moças de traços corporais avantajados. Essas revistas fizeram sucesso na época da Segunda Guerra Mundial.

Hoje em dia, o termo PinUp se refere à garotas com vestuário e maquiagem de uma sensualidade cheia de opacidade, sem muito exagero e exposição. Afinal, desde o começo, ser PinUp é ser sexy sem ser extremamente vulgar. Convenhamos que houveram alguns deslises nessa frase de efeito, porém, essas garotas marcaram época.

A curiosidade de pesquisar sobre elas, ver filme delas e fazer a maquiagem delas surgiu quando a Mona conseguiu me chamar a atenção falando muito da Marilyn. Já que comecei a citar nomes, chega de ler e vamos as imagens?

Essa foi a maquiagem de PinUp que eu fiz!
Bem, precisei dar uma olhada por aí para aprender a fazer, mas não há
nada que seja mais fácil de se fazer que essa make.
Na ordem: Base > Corretivo > Pó > Sombra (marcando a pálpebra) >
Delineador de gatinho > Cílios postiços >
Blush (no meio da bochecha, puxando de trás para frente) >
Batom vermelho/vinho/marrom. Ta-da!
Agora vamos viajar um pouco nesse mundo de arte e carne-e-osso cheio de glamour, postura e sensualidade:



















Essas são artes de Gil Elvgren, uma das maiores desenhistas de PinUps do mundo(Mais aqui)



Marilyn Monroe.
O maior ícone dessa geração de garotas. Uma das maiores atrizes do mundo até os dias atuais. Naturalmente linda e atriz de diversos filmes. Conquistadora e sensual sem perder sua postura.
Palavras-chave: Glamour, atitude, feminismo, luxo, postura, sensualidade, inteligência e beleza.



Bettie Page
Modelo americana que ficou famosa por seu fetiche de fotografar ao
estilo das PinUps. Foi uma das primeiras e chegou a ser nomeada "Rainha".
Palavras-chave: Ousadia, sensualidade, erotismo, glamour.



Audrey Hepburn
Britânica, atriz e humanitária. Ganhou o mundo com o filme
"Bonequinha de Luxo" e trabalhou em muitos projetos em prol de milhares
de vidas. Conhecida por seu glamur e merecedora do slogan
"ser sexy sem ser vulgar".
Palavras-chave: Luxo, estilo, moda, glamour, beleza, espontaneidade.


Elizabeth Taylor
Britânica, uma das atrizes da época que manteve
seus tempos de glória até a data de seu falecimento
em 2011. Conhecida por talento, beleza e estilo.
Palavras-chave: Beleza, natural, estilo, feminismo.


E sim! Elas ainda defendem — usam e abusam — do glamur das PinUps. Quem foi que disse que não?

Katy Perry


Beyoncé Knowles


Adele

Dita Von Teese


Bem, para finalizar, eu tiro duas cartas da manga com filmes para recomendar para vocês, que se interessaram por esse mundo fantástico que faz referência a artes fotográficas e moda, duas coisas das quais ando muitíssimo interessada: Bonequinha de Luxo (Audrey Hepburn), para quem nunca viu, e Os Homens Preferem as Loiras (Marilyn Monroe).


Vocês curtem esse tipo de estilo? Conhecem mais algum ícone dessa época que não está presente no post? Deixem suas opiniões, dicas e sugestões de filmes, músicas e personagens marcantes!


Mandamentos da Mulher é uma sessão de postagens que relatam tudo o que uma mulher elegante e antenada deve saber.