07 maio 2010

O MEDO.

Alguém pode me especificar, quantos sentimentos existem ao certo nesse universo? É fácil dizer, para alguns. Para outros é complicado. Como por exemplo o amor.
Ele pode ter várias classificações. Pode ter várias fases. É algo instável e algo crescente. É comlicado e prolíxo também.
Mas e o medo? O medo é o medo. Todo mundo tem medo.
Parei para refletir sobre tal assunto, e pra entender porque erramos tanto em algumas circunstâncias em que deveríamos acertar.
Isso ocorre porque quando erramos, ficamos imaginando oque poderia ter acontecido se acertássemos. E quando acertamos, pensamos do que poderia ter ocorrido se errássemos?
Acho que na maioria das vezes não. Porque justamente, temos medo de errar. Porém quando erramos, nos conformamos (Também na maioria das vezes.)
O medo, seja ele qual for, é como uma barreira, que nos impede de fazer coisas que podem acabar criando uma metamorfose em nossas vidas, ou perdermos oportunidades únicas. Temos medos, porém devemos aprender a lidar com todos eles, para tentarmos ao menos controlá-los. É como uma balança; De um lado há medo, do outro também. Mas devemos fazer com que os dois lados fiquem na mesma reta. Podem balançar, e querer pesar mais um lado que o outro, mas devemos nos encarregar de mantê-los equilibrados.
O medo é controlável. Se quisermos manter a coragem em dia. Devemos conviver e enfrentar nossos próprios medos.

Um comentário:

  1. Medo é controlável, a unica coisa que não dá pra controlar é trauma. Será mesmo que coragem é contrário de medo?

    ResponderExcluir