27 dezembro 2010

A retrospectiva,e a arrancada.

Tudo bem comigo,está tudo em seu devido lugar! Não precisa se preocupar mais,vou ficar eternamente bem,de verdade. Me falta um alguém no lado esquerdo,me falta alguém no lado de dentro,me falta alguém no lado de fora,mas ainda estou bem.

O que foi Dois Mil e Dez? Foi um sonho! Muitos erros,poucos acertos. Poderia escrever um livro com o nome do ano,mas ainda tenho segredos profundos,e coisas que ainda sinto e prefiro guardar pra mim mesma,porque aprendi que nem sempre as pessoas estão aptas á ouvir...dizem que sempre vão estar lá,mas não é isso de verdade,não é mesmo?

Veja o palácio que construí em Dois Mil e Dez. Lindo,explêndido: Construí sozinha. Nunca disse: "Preciso de fulano" para conseguir levantar as paredes,porque desde niña aprendi á dar meus passos sozinha,e,até hoje,apesar dos tropeços,sigo firme por onde ando,sem medo do que pode acontecer,sem medo do que posso ver.

Que engraçado! Estou aqui,deitada no chão,fitando o teto,e pensando em tudo o que fiz até hoje. Tantas pedras tentando me acertar,e eu desviando de todas elas,seguindo a direção que já não tem mais rumo. Pensando em quantas pessoas me atraiçoam por dia,pedindo á Deus que me proteja de cada pensamento mal que as pessoas tem quando me olham dos pés á cabeça,invejando tudo o que faço,aonde eu cheguei...Quero isso longe de mim,bem longe.

O que eu quero por perto,só sinto quando fecho bem os olhos,quando volto no tempo,quando me arrependo do que não fiz,quando me arrependo de não ter dito,não ter ido,não ter abraçado. Mas vou ser forte! Vou resistir! Vou carregar o erro nas costas eternamente,mas vou permanecer dessa forma,só assim as coisas funcionam,só assim sinto o gostinho gostoso de sentir saudades,com curiosidade de saber o que faz,por onde anda,sem poder saber,mas saber aonde está sem ao menos falar. Eu sinto. E,bem,apesar de parecer,isso também não vai durar um eternidade. Um dia o coração vai bater normalmente,mesmo com saudades.

O que eu quero pra Dois Mil e Onze? Eu quero é mais! Quero dar mais de mim,dar a volta por cima de novo,sem auxilio,sem precisar amar alguém pra viver,acreditando na felicidade que estou começando a experimentar aos poucos,acreditar na felicidade que eu mereço,que eu vejo. Eu quero ir longe,quero o novo sem esquecer o velho. Eu não sei definir o que realmente quero,isso não cabe em meus braços,muito menos em minhas palavras. Eu só quero. Não é muito querer. Ou é?

Quero dois mil e onze. Quero sem medo ir descobrindo o que vai acontecer,doa ou não.Quero manter distante quem por opção resolveu ir embora...Isso não vai me doer,pois não foi eu quem quis ir embora. Por isso continuo aqui,esperando caso algum dia volte. Eu SEMPRE estou aqui. Mas a vida vai seguindo caminho,sempre pra frente,sem paradas,sem exceções,sem descanso. Quero esse ano novo com tudo,e essa vida nova realmente,e definitivamente renovada.

Happy new Year,Yeah!!

21 dezembro 2010

Falando sobre 2010.

2010...Hum. Que ano conturbado! Seria o melhor,ou um dos piores de toda a minha vida? Não chega a ser um dos dois,pode ser uma mistura das duas opções. Ou somente o melhor,mas creio que algumas atitudes minhas fizeram com que ele fechasse assim,no nível razoável.
Muitas pessoas não tem conhecimento sobre minhas atitudes,sobre o que eu fiz esse ano,o que eu deixei de fazer,justamente porque não me sinto na obrigação de satisfazer a curiosidade alheia,e gosto de me reservar á mim mesma,para me isentar de certas situações. É difícil de me entender nessa altura do campeonato,e quero manter minha prolixidade bem distante desse texto,mas escrevo aqui,para que em um futuro,distante ou não,eu possa ler e tomar uma breve dose de lembranças,boas ou ruins.
Começei 2010 um pouco ferida,porém com 80% da minha alma já cicatrizada,no decorrer do ano,realizei desejos,fiz uma loucura ou outra,obtive experiências,passei por cima de regras,quebrei a cara,dei a volta por cima,e,nossa! Sairia uma puta lista aqui se eu continuasse,mas vamos dar um ponto final e acabar com esse parágrafo "."
Só pra deixar bem claro,eu não me arrependo de nada do que tenha feito nesse ano,nada mesmo,digo isso com o peito cheio e até faria tudo de novo,por muitas vezes...mas faria certo; Que foi algo que eu realmente não fiz em determinadas situações,mas faz parte,nem sempre a gente faz a coisa certa,e confesso que,se fizessemos tudo certo não teria o que aprender pra não errar na próxima. Então,gosto de pensar nas coisas que eu fiz,só não gosto de pensar demais porque aí dá vontade de fazer de novo só pra saber se eu faria da mesma forma,ou se faria diferente.
Realmente 'faz parte' é o que eu mais tento dizer pro meu subconsciente,tudo faz parte,tudo o que aconteceu de bom é o que era pra acontecer,e tudo o que aconteceu de ruim...'faz parte'.
Difícil compreender algumas atitudes minhas,mas difícil mesmo é ver que perdi muitas coisas por atitudes,mas atitudes que não tive,coisas que deixei passar,que eu poderia ter...sei lá,feito alguma coisa pra ter sido diferente,mas desatenta,deixei escapar. Nossa,foram muitas coisas que deixei escapar esse ano,e me arrependo á beça quando começo a imaginar...é complicado. Ás vezes dá vontade de desabafar,mas ainda prefiro guardar tudo o que tenho somente pra mim,sinto que vou bem quando faço isso.
Triste também é saber que esse ano foi o meu último ano de 15 anos de folga total e dependência,agora só tenho um tempinho no final do dia pra respirar e agradecer,porque o resto está completamente ocupado! A independência vou conquistando pouco á pouco porque ainda não cheguei nesse nível. Mas caminhando a gente chega lá,né!
Conclusivamente,2010 foi um ano delicioso,excelente,poderia ter sido melhor,mas tudo o que não consegui fazer,foi por culpa minha mesmo,se pudesse voltar no tempo,completaria tudo o que ficou pendente,mas agora, é progresso,evolução,procurar fazer 2x melhor do que se tivesse feito no passado. A vida realmente não para,não tenho que parar,tenho certeza que isso é só o começo de um futuro muito bom que tenho aí pela frente.
Agradeço de coração á quem esteve comigo em algum momento esse ano,você foi muito importante pra mim,e longe ou perto,com contato ou sem,você fez parte! Não sei se fez parte da parte boa,mas fez parte,e isso eu vou levar comigo pra sempre,aconteça o que acontecer..

Não acho que seja o último post do ano...Mas tá aí,mesmo que nem todos que lerem vão entender. bejo s2

14 dezembro 2010

Mantenha a sua cabeça erguida.

Ela está procurando por um emprego,e um lugar melhor para ficar. Ela procura esperança em promessas vazias. Ela está trabalhando em dois empregos,tentando sobreviver...ela trabalha em um restaurante,ela está desperdiçando sua vida,ela enxuga suas lagrimas.
Ela chora por dentro toda vez que se sente assim,ela morre por dentro toda vez que vê que seu bebê está chorando.
Mantenha a sua cabeça erguida para o céu,mantenha a sua mente limpa para sobreviver,mantenha a suas asas,só assim vamos poder voar. Levante a cabeça para o céu,vamos poder nos elevar! Me diga,me dê suas asas,então nós vamos voar.
Desistimos da vida,dos pássaros,e das árvores,e nós estamos sugando o ar da Terra pela raíz...
Nunca é tarde demais,mas está difícil de respirar,não posso nem ver,mantenha a sua cabeça erguida,não desista hoje,por quanto tempo podemos esperar? Queria tanto que o amor chegasse hoje,porque tudo o que a gente precisa é de amor. Eu digo-lhes que ele chegará em breve,e tudo o que a gente precisa é de um momento,vai dar certo,mantenha a sua cabeça erguida!
Todos dizem que o tempo aqui é pequeno,e perder a cabeça simplesmente não é algo bom,mas se você dançar e elevar-se sobre a manhã...dê uma chance,basta dar uma chance para si mesmo,encontre a circunstância,para ascender-se novamente.
Eu precisava de você,precisava de você AGORA,eu precisava de você durante dia e noite,e você poderia levantar e dizer: É agora...eu preciso de você agora! Então me daria suas asas e juntos poderiamos elevar-nos.
Mas como fica o passado? Como fica?
Mantenha a sua cabeça erguida que todas aquelas estrelas vão subir,vão voar,hoje!


Hoje foi a primeira vez que eu ouvi o CD "Michael"!!! Pra quem não sabe,esse é o album póstumo do Michael Jackson,e como uma boa fã,eu já tenho ele aqui todinho pra mim,aliás,a data de lançamento é hoje,dia 14/12 :) Ótimo presente de aniversário,né? poisé. Estou apaixonada por cada música que ouvi desse CD,mas a letra dessa música me chamou a atenção...me lembra de várias coisas. "Keep your head Up" é uma boa lição pra todos nós. Fica a dica aí,até a próxima =)

12 dezembro 2010

Desabafo do 12..

Nesse dia,me sinto nos eixos. Apesar de ter começado já com um balde de água alguns dias atrás,me mantenho nos eixos.
Eu pensei o dia todo,e certa hora cheguei a conclusão de que,se eu mudasse de uma vez,e deixasse tudo pra trás,seria duas vezes mais doloroso pra mim,e pudera,nunca deixo nada para trás. Eu não consigo não concluir algo que começei..não gosto de 'mais ou menos' quando tudo deve ser 'completamente'. Não me contento com o mínimo. Acho que é por isso que sou máxima. Máxima em tudo o que faço,máxima nos exageros,máxima no drama,máxima no perfeccionismo,máxima nos detalhes,e nos acabamentos...Máxima com as palavras,com as expressões,com a voz,com as demonstrações.
Eu precisava de uns minutos sozinha comigo nesse dia mesmo,pra pensar bem no amanhã,em ser mais decidida,portadora de mais atitude e coragem,sem depender de palavras,sem precisar esperar nada de ninguém...e acho que entendi a mensagem. Mas é como disse: Uma porta pode bater duas vezes na sua cara. Mas agora,digo que uma porta pode bater duas vezes na sua cara,mas você aprende á tentar abrir portas diferentes,e que te levem á algum lugar.
E é isso que quero fazer de hoje em diante. Sem choro de saudade,sem choro de nostalgia. Eu sei que é difícil não ter quem eu tanto queria comigo hoje,mas precisava aprender a parar de ser aquela Paola que odiava o Natal depois que o pai dela morreu,que odiava o ano novo porque se sentia sozinha,que dizia que não tinha família porque eles estavam longe,que insistia em pensar em realidades que se tornaram apenas sonhos e não vão voltar nunca mais.
Eu só precisava parar de ser egoísta,e ver tudo o que tenho em minha volta,eu tenho comigo algumas das pessoas que eu mais precisava,eu achei o Natal mais bonito esse ano,e descobri que eu tenho uma família enorme e linda,que sempre vai estar comigo aconteça o que acontecer. Eu só precisava parar de me sentir sozinha,porque hoje,eu descobri que realmente,sozinha não estou.
Aprendi a me conformar com o que acontecer,mas nem por isso deixar de lutar pelos meus objetivos,pelos meus sonhos. Isso é algo que de mim,ninguém pode tirar,e ninguém vai tirar. Porque é muito bom saber que eu sou essencial pra alguém,mesmo que ninguém tenha dito isso com palavras,nem com olhares,nem com abraços,e é estranho saber isso sem sentir. Mas olha,eu sei,e sei que isso vai durar por um bom tempo.
Muita coisa está caminhando como eu não queria que estivesse,e jurei um tempo atrás que não seria desse jeito de novo,mas acaba sendo,e eu deveria,mas realmente não posso fazer nada á favor,e nem quero mais me preocupar com tantos problemas,que na verdade,nem problemas são...São lições.
Mas posso ter certeza que se eu quiser,posso despertar com mais força,com mais ânsia de sobreviver passando por cima de todo e qualquer obstáculo que estiver pela frente,sem medo do que vai acontecer,sem temer consequências.
Meu pai sempre dizia: "Você já disse isso centenas de vezes"; E sabe que é verdade? Eu sempre digo "não vou fazer mais,não quero mais,eu juro que não,agora eu aprendi e vou fazer tudo certo",mas como um dope,em questão de horas,o efeito das minhas frases ou palavras mal-ditas cessam. Olha,eu sinto muito a falta dele hoje,mas ficar chorando de saudade não vai resolver,então partiu de mim,eu quero amanhecer nova,longe do que me atrasa,protegida de toda inveja,todas as pessoas que estão no começo da estrada e querem me alcançar por meio de seus atalhos.
Eu juro,Pai,que agora eu estou falando sério,pode confiar em mim. Só preciso que você me proteja e me mande forças daí,que eu vou fazer tudo certinho. Chegou o tempo de acertar,enfim...
Eu preciso fazer valer a pena,porque afinal de contas,cada um veio ao mundo pra fazer o seu valer a pena,á partir de hoje,eu vou fazer o meu valer a pena. E tenho dito.
Esse 12 foi muito importante pra mim,vai ficar marcado pra sempre. Obrigada Deus,pelo 16,espero poder agradecer por muitos e muitos 16,amém.

09 dezembro 2010

my birthday is coming...

Eu sabia que,pra conseguir dormir,só precisava de uma boa cama,um calor,mente limpa,e sono. Mas,bem-vindos; Essa é mais uma confissão minha,e tenho tudo,menos a mente limpa e o sono. Os íntimos sabem que eu sou o sono em forma humana,mas não sei que raios está acontecendo esses dias. Eu sou teimosa! Teimosíssima! E insisto em dizer que não preciso disso. Mas acho que a pessoa para quem eu mais minto,sou eu mesma. No final das contas,eu amo me enganar. Até aonde essa auto-enganação toda vai? Eu não sei. Realmente não sei,porque,se eu mesma minto pra mim,imagine os outros...
Estou quase completando dezesseis mentiras! Cada uma mais dolorida que a outra. Estou prestes á completar 16 tipos de força de vontade,mas,essas eu vou acumulando,porque não aprendi á usá-las. Completarei 1 felicidade também...1 felicidade de 16 mentiras.
Mas quase não lembro do dia em que a senti,porque é 1x16.
Eu ainda não sei o que eu faço,o que eu quero fazer,o que eu quis,o que eu vou querer.Eu ainda não tenho um Ticket de ida,e muito menos de volta. Milhares de coisas passam pela minha mente,coisas que eu deixei de fazer,coisas que eu perdi. E por obrigação me afasto da situação.
Acordar de manhã,e encontrar um bolo em cima da cama,com 16 velas acesas. 16 dores.Não quero presentes nem gritos de felicidades,quero 16 dores em forma de vela. Juro que vou apagar cada uma com o assopro mais sutil que já dei. E não vou olhar pra trás. Vou andar pra frente,somente pra frente. Juro que vou esperar o dia todo por um abraço,como esperei hoje,na espreita,quieta,sem falar nem cobrar nada. Se não sentir...Eu posso deixar 1 vela acesa pra sentir 1 dor.
Afinal de contas, os anos passam,as mentiras passam,a felicidade passa,mas uma dor,sempre fica. Meus 16 entraram pela porta com tanta empolgação que não viram a janela,estão caindo lentamente e podem começar no chão. Eu posso esperar que alguém lá embaixo os salve,mas isso pode ser mais uma mentira de mim pra mim,e eles caiam com todo o impacto do mundo,e,quem sabe,algum dia longe daqui,eu consiga levantá-los e ir mais além do que imagino?


...