17 junho 2011

É engraçado. Obrigada a vida.

Hoje eu vim fazer um relato, depois de um tempo, pra comprovar que de nada vale nossas promessas, se não esperamos o tempo passar.
Para dar entendimento ao título.. É engraçado como a vida faz das melhores pegadinhas com a gente, né? Eu sempre achei que era forte e resistente á qualquer tipo de dor, e só porque eu achei que era.. Eu fui. Eu sim fui forte, aguentei por muito tempo de peito aberto todo tipo de obstáculo que viesse bater em mim, e por muitas vezes deixei me abater, me deixei vencer, me deixei cair.
É até engraçado falar das minhas dores, porque elas são engraçadas quando passam, quando deixem de doer. Eu só sentia dor, não amor, não alegria, não á tudo que fosse bom pra mim.
E desse jeito, dolorida, sem me avisar, a vida também achou que era engraçado tudo o que passei, e quando ela se cansou de rir de mim, me deixou ser feliz um pouquinho.
É engraçado que hoje eu sinto uma coisa que nunca senti antes, de verdade, eu tenho a pessoa que eu mais amo ao meu lado.. sem distância, sem complicações, sem obstáculos, sem nada, só um sorriso e um abraço. Eu poderia estar na beira de um abismo nos braços dele que não me importaria, apesar do meu medo de altura, eu só fecharia os meus olhos e até adormeceria, porque sei que ele nunca vai me deixar cair. Eu já aprendi que com ele, eu nunca vou cair.
Olha, eu acho que já disse tudo o que podia dizer, mas quero sempre dizer mais, porque o que digo por dia, por hora, por minuto, segundo, nunca vai ser o suficiente pra mim, e pra ele.
Eu não sei se a vida lê blogs, mas eu queria agradeçer por tudo o que ela fez, e por ter me dado no final, esse presente, que veio do jeito que eu exatamente queria, sempre pedi, muito obrigada.
Entendeu o porque de vida? Esse nome tem um significado único que eu separei pra você. Porque você foi o melhor presente que a vida me deu. E com você a vida tem sentido, então, você é a minha vida.
(...)

Nenhum comentário:

Postar um comentário