05 outubro 2011

4

Como posso cometer o pecado de citar o meu futuro sem citá-lo, né? Quase imperdoável.

Bem, não me lembro de ter exposto tanto assim o nosso relacionamento mas acho que minha vontade está tão grande e incontrolável que fica acima de todas essas coisas.

Hoje estamos completando 4 meses, eu, e o Leonardo. É engraçado que tudo começou como eu não queria que tivesse acontecido; Não porque eu não queria, porque eu não havia planejado a essa maneira... Complicado demais, vamos á história.

Geralmente quando ouvimos 'vamos a história' ou qualquer que seja a frase que dá início á uma narração, vem seguida de 'Era uma vez'... Pois bem, a minha história não tem 'Era uma vez' porque não era uma vez, está sendo, e sempre será uma única vez, uma única história, história essa que é diferente, e única. Não canso de me dizer.

Não apostei todas as minhas moedas em ser feliz novamente. Fechei todas as portas do meu coração, e foi meio clichê: Um amigo bonito e legal que desconcentra a gente e começa a tirar a razão. Mas o clichê foi rompido no momento em que ele me viu pela primeira vez, estendeu a mão pra mim, e não soltou mais, nunca mais. Me entende como ninguém, tem uma paciência interminável (quase infinita, hahaha) e me fez ver as coisas de um ângulo que eu definitivamente não sabia que existia.

Eu que tinha medo do amor, que tinha medo da eternidade, hoje, não poupo meu riso dos pobres de alma, que não acreditam que o amor pode mudar alguém: O amor muda sim! O amor é capaz de renovar a vida de um ser humano!
Por mais que nos escondamos atrás de máscaras de pessoas vazias de sentimento, chega uma hora em que esse sentimento nos pega e não há como fugir, realmente. Mas isso não é um lamento, o amor tem de suas charadas (que as vezes parecem mais pontadinhas de facas afiadas em seu coração) mas isso nada mais é do que um teste de resistência e persuasão.
O amor é indecifrável, é uma delícia de viver, é a maravilha do mundo.

E hoje eu vim até aqui pra refletir também sobre esse tempo todo que estamos passando, tantas coisas, tantas histórias para se contar...

Sabe, eu pareço ser durona assim, mas ainda há muito o que amadurecer aqui dentro. E o curioso é que ele sabe disso mesmo sem eu ter falado. Eu faço birra, dou Piti, eu ainda choro, esperneio, mas essa é uma característica minha, e é assim que ele gosta de mim... O que mais me abrilhanta a mente é o fato de que eu não precisei mudar em nada pra ser feliz dessa vez.

Bem, o tempo está passando e estou percebendo que não estou tão boa com as palavras assim como um dia já fui. Mas, eu só quero dizer que eu sou a Mulher mais feliz do mundo com essa pessoa maravilhosa e excepcional. E quero que isso dure muito tempo.

Texto nenhum define as cenas que tenho em mente, as nossas histórias, nossas lições, nossos momentos... Simplesmente nada pode definir, porque cada momento é único e indescritível.

Eu te amo muuuuuuuuito!


"I wanna be your air, so sweet and fair... so when u feel that you can't breathe, i'll be there. I wanna be your answer, all the time... when u see how i put your life before mine with no question."

Saudade do que está por vir

Além do fato de ter crescido, eu aprendi tanta coisa nesses últimos tempos. Eu aprendi a controlar a minha saudade, as minhas emoções, o meu juízo, as minhas tristezas; Eu aprendi a ser mais humana.

Me tornei mais sonhadora, meus pés se afastaram mais do chão em relação ao meu futuro, e, contrariando os conselhos de várias pessoas, prefiro me manter assim, flutuando, pois, deposito toda a minha fé em meus sonhos e acredito que podemos cruzar qualquer caminho se lutamos muito por nossa chegada até ele. E é isso que vou fazer.

Eu aprendi a ler mais, a controlar meus impulsos, a me importar menos, a me magoar menos, a aceitar mais, a dizer mais 'sim', dizer menos 'não'.

Eu ainda deito todos os dias no leito da minha queda pelo sono e vejo muitas imagens de um futuro muito incomum com uma pessoa super comum em minha vida. Realmente tenho saudade do que ainda está por vir, a felicidade me dá saudade até quando ainda não chegou, porque ser feliz é essencial.

E quem foi que disse que não tenho medo de crescer? Eu tenho sim, sempre vou ser assim, acho que tenho muito medo disso. Eu tenho medo de crescer porque as vezes parece que as coisas nunca mais vão ser bonitas assim.

Mas vão (...)

O caminho sempre será traçado por mim. Eu vou dar o meu melhor daqui pra frente, e não ouse jamais abrir sua mente filosófica para pensar em dizer que eu não vou conseguir...

Porque eu vou (...)

Senhores passageiros, coloquem os cintos, e façam esforços para que nessa longa caminhada não sejam somente 'passageiros', porque o melhor não é progressivo, é definitivo. Tornem-se 'Definitivos'. Vamos lá. Apertem os cintos!

É 1, 2, 3 e...

Um bom futuro á todos!