07 dezembro 2011

Muitos e poucos

Nesse mundo aonde todos são muitos
e sozinhos são poucos
Os sonhos são substituídos
E o céu é uma batalha.

Os irmãos programam suas vidas
E ficam felizes
Daí esquecem que sozinhos são poucos
E querem tornar-se muitos.

Pois já experimentaste a delícia de ser pouco?
Talvez porque isso exija simplicidade.
Eu prefiro ser pouco só, que ser muito e não ter essência!

Quero deixar acontecer e me ver feliz
a refletir num céu estrelado
Quero abusar do doce da vida
E não me importar se sorrirem de mim por
me lambuzar de doçura.

Aliás, que ser se infeza por fazer alguém sorrir?
Eu quero é fazer.

Sabe de uma coisa?
(...)
Eu sou pouco, mas valho muito!

Nenhum comentário:

Postar um comentário