27 fevereiro 2012

Momento retrô

E lá vem eu com os assuntos não literários no blog de novo...

Mas é que, eu amo tudo o que é retrô e vintage, mas existe uma grande diferença entre os dois.
Pesquisei sobre o tema na internet e achei uma definição muito boa em um site com vários conteúdos, inclusive lojinha on-line, e achei válido ressaltar aqui antes mesmo de citar meus tópicos, pois muitas pessoas ainda confundem o vintage com o retrô:

"Vamos entender o significado de vintage. O significado nada tem a ver com moda. É um nome dado a colheita de vinhos. A origem ou significado vem de vint relativo à safra de uvas e age de idade. Quanto mais velho melhor, saca?

O termo retrô (re-tro, e em inglês retro) significa para trás. Tá, você deve estar pensando que tudo está relativo ao velho, e qual é a diferença?
Vamos exemplificar: Imagine você indo ao brechó e dá de cara com uma maravilhosa peça (roupa, acessório, objeto de decoração) da idade da sua avó ou mais antiga ainda em perfeito estado. Isso é vintage! É algo antigo que fez sucesso em uma determinada época e que ainda vive... digamos assim. Já o Retrô seria um lançamento de algo influenciado por uma peça vintage, totalmente repaginados. Aqui não se trata unicamente de moda e bobagens fashions, mas é relativo a tudo.
Se vintage é você ir a um brechó e dar de cara com um fiel vestidinho anos 50, retrô é você ir no shopping e ver um relançamento de um vestidinho, no mesmo estilo daquele anos 50 lá do brechó.

Resumindo: O vintage é algo velho com cara de novo e o retrô é algo novo com cara de velho. Quem é vintage é retrô e quem é retrô é vintage."

Legal, né?

Essa semana eu revirei o armário da minha mãe, e achei umas coisas maravilhosas, vintage. Experimentei todas e praticamente fiz uma viagem nos anos 80.

Em relação á música, acho que a "regrinha do vintage/retrô" não se encaixa muito, pois, vejo pessoas ouvindo grandes hits da doce década (80) e dizendo: Oh meu Deus, isso é totalmente retrô.
Acredito que esse termo se encaixe mais em "retrospectiva" assim como sua definição, claramente falando. E é assim que venho me sentindo esses dias, com um ar de retrô, e, isso se refletiu até nos meus looks, no meu cabelo, e nas atualização da minha playlist, então, já que não sou por dentro da moda para postar fotos, e não sou a melhor em cuidar do meu cabelo, decidi compartilhar com vocês um pouco da minha playlist Retrô:



Prince - Beautiful Ones


Michael Jackson - We are here to change the World


Cindy Lauper - True Colors


New Edition - Cool it now


Billy Ocean - Get out of my dreams


Aha - Take on me


Billy Idol - Dancing with myself

Entre outras.. Essas são basicamente as que me fazem fortemente voltar ao tempo por alguns minutos.

E fica a minha dica!

15 fevereiro 2012

Doses Extragaláticas

Como sempre eu poderia voltar ao triunfo (re)inaugurando o lado literário do meu querido blog fazendo alguma crítica, uma reclamação, com algum devaneio do meu eu-lírico ou qualquer coisa do tipo... Mas, é que, descobri hoje que cresci: Eu aprendi a conter as palavras e beneficiar todos os lados existentes, e tudo o que leio por aí são apenas indiretas adolescentes, de adolescentes, para adolescentes.

Bem, eu sou uma adolescente sim, e ainda faltam alguns meses para deixar de ser, mas minhas necessidades são diferentes... Essa de abrir o guarda-roupa pela aurora e dizer - "Qual pele de cordeiro visto hoje?" - Sendo que sou Lobo, não é comigo, mesmo.

Eu já tive vários gostos, várias pérolas também, nunca fui perfeita (Aliás, quem é perfeito e tem um passado claríssimo, que atire a primeira ROCHA) porque todo mundo já teve seu tempo. Mas hoje em dia, eu venho tentando me focar em um só objetivo: Ser eu mesma, gostando de um pouco de tudo, sem me limitar a um padrão só e ficar menosprezando os outros, sem passar o dia todo me dedicando a frases de efeitos planejando a forma com que elas vão penetrar no consciente de alguém, lutando para ser alguém melhor, já que estamos vivendo em um mundo no qual não há muito o que fazer por todos, então que possamos fazer por nós e por nossos queridos, não é mesmo?

Faço coleção de ex-modelos de vida a seguir (pessoas próximas, distantes, íntimas ou não). Ex por quê, hoje, são modelos do que não devo fazer/quem não devo ser. E definitivamente, esse é um padrão que estabeleci permanentemente.


Bem, parei para pensar na minha vida hoje e vi que pra muita gente (poxa, eu já disse que odeio indiretas, e acho isso super pré histórico, sei que "muita gente" soa irônico, mas digo isso sinceramente mesmo) pra muita gente a vida é muito fácil de se lograr.

Me sinto tão responsável agora, comecei a trabalhar com dezesseis anos teoricamente, tenho dezessete e em pouco tempo vou ser técnica em Administração, daqui a alguns anos serei formada, mulher, mãe, feliz, com certeza enjoada de ver tantas fotos românticas com o meu marido e os meus filhos ostentando a Torre Eiffel, nas ruas de Paris afora, e escrevendo muitos textos sobre minhas tardes no Central Park, as noites em LAX. Hmmm, sonhar é bão!

Quero manter o meu pensamento totalmente focado no meu futuro, experimentem planejar o futuro de vocês também... Esquecer um pouco o mundo e as pessoas com que vocês tanto se importam e sentem necessidade de mostrar isso... começar hoje pode ser uma boa, não acha?


Minha volta aqui foi realmente triunfal, né? 01:14am, preciso muito dormir... Logo logo isso aqui vai mudar bastante, estou dando uma revisada nas coisas que já escrevi, e estou programando algo novo para o blog, que logo logo vai ser .com.br, eba!!

E é isso, estou dopada de tantas doses extragaláticas por hoje.

xx